Loading...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Serenando

 por Triana Ballestá



Serena Ramzy
                                     
                                                        
Falar um pouco sobre a bailarina genial que é Serena Ramzy é uma grande satisfação e me emociona muito, já que tive o prazer de conhecê-la pessoalmente a poucos dias. Passei momentos incríveis ao lado de Serena e Hossam Ramzy e várias outras pessoas maravilhosas que conheci por lá, no evento que durou 3 dias, entre workshops, palestra e show,  na cidade de Americana, promovido pela bailarina Dani Agnis.

Assim que me mudei pra Cuiabá retomei minhas aulas de dança do ventre, depois de quase 3 anos me dedicando a faculdade, casamento, filho e outros  trabalhos. E foi minha grande amiga e professora Yasmine Amar que me apresentou a bailarina Serena.
Yasmine me pediu para dançar uma música na salinha, que gentilmente chamávamos de “cafofo”, era realmente muito aconchegante. Bom, levei a música “El Hob” de Hossam Ramzy (coincidência?) e no final ela me disse que eu lembrava muito a Serena.
Demorou alguns meses até que eu visse um vídeo da Serena, pois, na época, não havia muitos vídeos disponíveis no youtube. Mas é claro, que quando a vi, me encantei e me senti extremamente feliz pelo comentário que a Yas havia feito!

Então essa é a parte que eu falo sobre o que exatamente me encantou e continua me encantando cada vez mais no trabalho de Serena Ramzy. Essencialmente 2 coisas: Leitura musical e movimentos de quadril.
Sobre a leitura musical, precisaria de alguns artigos para poder explicar melhor sobre sua construção, o que não se faz necessário, já que o próprio Hossam Ramzy os fez  com infinitas propriedades superiores a minha. E estão disponíveis em seu site (www.hossamramzy.com). Porém tenho a obrigação de expressar aqui por meio das minhas próprias palavras o quão profundamente me toca a sua dança: a calma, tranquilidade, “serenidade” que essa bailarina expressa com músicas que, antes, para mim eram tão agitadas, fortes, chegava a tirar o folego só de ouvir! Tenho a certeza que meus olhos estavam mal acostumados com interpretações de outras bailarinas que me confundiam os ouvidos.
“Difícil mesmo é ser simples”, pois a simplicidade de Serena é muito complexa! Não na teoria, que para mim é muito inteligente, racional e óbvia, e sim na prática. Deve-se ouvir, ouvir e ouvir muitas e muitas vezes para se conseguir construir as composições coreográficas desse nível. Creio que é necessária também uma boa dosagem emotiva particular (dessas que não se aprende, nasce com a pessoa) e pra fechar, muito estudo dos movimentos, o que ligeiramente se encaminha para o segundo motivo: O QUADRIL DE SERENA, o que torna tudo muito mais complexo!
Indescritíveis são os movimentos do quadril de Serena chego a duvidar que se trata realmente de movimentos, me parece as vezes algum outro tipo de conceito que ainda será inventado, certamente não por cientistas ou linguistas, e sim por poetas, pois os músicos, já o tentaram. Por isso  não é pertinente a mim descrever com a brutalidade das minhas palavras.
Serena Ramzy é sem dúvida uma bailarina que já tem seu lugar garantido entre as grandes estrelas da Dança do Ventre e tenho certeza que sua generosidade e amor verdadeiro por essa arte geram e irá gerar tantas outras maravilhosas bailarinas pelo mundo afora. Seus projetos com Hossam são audaciosos, porém, nada menos do que se esperam suportar, pois suas capacidades são compatíveis. Farei o possível para disfrutar de seus conhecimentos sempre, e é claro, me esbaldar na dança de serena: Serenar!


4 comentários:

  1. Nossa que comentário emocionante amore...parabéns Serena e Hossam merecem e de fato foi um Workshop inesquecível para todas nós a Simplicidade desse lindo casal resume todos esse sucesso de ambos...vamos Serenar rsrs. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ela é linda mesmo, Tri, tem um momento no ventre, nos quadris, o ballom entende? E vejo isso em vc tbém, já já vc chega lá... bjus e sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Bia! bjs! que bom que gostou! São mesmo inesqueciveis!

    ResponderExcluir
  4. Mary! obrigada! o negócio eh continuar!!! bjs!

    ResponderExcluir